06 janeiro 2011


A garoa paulista afaga o rosto

os ombros

as mãos

as panturrilhas

acende no ar um prateado

e nas fachadas um lilás

põe no calçamento um espelho de reflexo moderado

A garoa paulista sussurra...

Nenhum comentário:

Postar um comentário